Cadastro no portal Meu INSS

consulta-extrato-inss

A Central de Serviços Meu INSS é uma ferramenta que foi criada com o intuito de ajudar a vida das pessoas seguradas. É possível acessá-lo através do computador ou do aparelho celular. Através dela, é possível fazer agendamentos e realizar consultas.

O programa é extremamente prático e fácil de ser utilizado. Com ele, o segurado acessa e acompanha todas as informações de todo o período em que passou trabalhando, como dados sobre contribuições previdenciárias, empregadores e períodos trabalhados.

Para que você, usuário, possa utilizar esses serviços, será necessário realizar o cadastro, obtendo a senha para que possa acessar o site.

Você perceberá que as páginas conterão um cadeado. Isso significa que eles necessitam de senha para poder abrir. Caso tenha alguma dúvida, você poderá ligar para o telefone 135.

Como se cadastrar no portal INSS?

Para acessar o portal Meu INSS, você terá que acessar o site pelo endereço https://meu.inss.gov.br/.

Para poder se cadastrar no Meu INSS, você precisará informar o seu CPF, seu nome completo, a data e o local do seu nascimento e o nome da mãe, a fim de que possa ser gerado um código de acesso provisório.

Após obter esse código de acesso, você deve fazer o login, com a sua senha provisória.

Logo depois, os segurados e beneficiários irão responder a cinco perguntas sobre o histórico previdenciário e o seguro-desemprego.

Após acessar o site, surgirá uma mensagem na tela, informando que o cidadão deverá criar a sua própria senha, que obrigatoriamente deve ser alfanumérica.

Esse procedimento dura apenas alguns minutos e o usuário já fica habilitado para acessar todas as funcionalidades disponíveis.

Uma observação: a senha para iniciar o acesso no Meu INSS também pode ser conseguida através do serviço de Internet Banking de diversas instituições financeiras, como o Banrisul, Bradesco, Itaú, Mercantil do Brasil, Sicredi, entre outros.

Caso você tenha qualquer dificuldade para acessar o site, você poderá entrar em contato com a Central 135 ou, se preferir, ir até uma agência. Não é necessário agendamento.

Os brasileiros que moram no exterior também conseguem acessar o Meu INSS.

Quais são os serviços encontrados no Meu INSS?

No portal Meu INSS, você poderá consultar serviços como:

  • Consulta extrato inss
  • Extrato CNIS;
  • Histórico de Créditos;
  • Carta de Carta de Concessão;
  • Consulta de Revisão Benefício – Artigo 29
  • Declaração de Regularidade de Contribuinte
  • Consulta de Agências do INSS

Seja mais um a utilizar os serviços do portal Meu INSS.

Como dar entrada no seguro-desemprego pelo Poupatempo

Para as pessoas que estão desempregadas, é possível contar com o benefício do seguro desemprego, para que consiga ter um sustento ao longo do período necessário, até que consiga uma nova oportunidade de trabalho.

Se você precisa saber como dar entrada no seguro desemprego pelo Poupatempo, hoje vamos te ensinar esse procedimento fácil e rápido para que consiga ter acesso a este benefício.

O que é o seguro desemprego

Sabemos que nos dias atuais muitas pessoas encontram a dificuldade de se restabelecer profissionalmente, o que acaba trazendo algumas dificuldades para a família que não conta mais com um salário fixo.

Pensando nisso o Governo disponibiliza um valor em dinheiro para que a pessoa consiga manter os gastos mensais de sua casa, durante um determinado período. Esse valor repassado para o trabalhador é denominado seguro desemprego.

No entanto, não é qualquer pessoa que pode ter acesso a este seguro em qualquer momento de sua vida. Existem algumas exigências que devem ser cumpridas para que o valor seja repassado. Confira abaixo uma lista breve para saber quem tem direito ao seguro desemprego:

  • Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, ou mesmo dispensa direta;
  • Trabalhador formal que possua o seu contrato de trabalho suspenso devido a participação de curso ou programa de qualificação profissional que seja oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

Essas e outras informações sobre as pessoas que tem acesso ao seguro desemprego, você pode consultar no site Caixa.gov.br.

Solicitar seguro desemprego através do Poupatempo

seguro-desemprego-poupatempoSe você está em uma das situações que foram citadas acima e necessita solicitar a sua parcela do seguro desemprego, saiba que esta solicitação pode ser realizada através do Poupatempo, de um modo muito simples e prático.

O Poupatempo não é responsável pelo cadastro e liberação do auxílio para o trabalhador, no entanto é um facilitador, para que todos os documentos e pedidos necessários possam ser encaminhados para o MTE através da Secretaria do Emprego e das Relações do Trabalho (SERT), órgão responsável pelos processos.

A solicitação do seguro desemprego deve ser feita através dos postos de atendimento do Poupatempo. Para que você seja tendido, é necessário realizar o poupatempo agendamento seguro desemprego através da plataforma do programa, que pode ser tanto pelo site ou pelo aplicativo. Escolha a melhor opção e agende o seu horário. Os atendimentos só são realizados com reserva antecipada.

Tanto no site como no aplicativo, você precisa realizar o seu cadastro, caso ainda não tenha, e logo depois selecionar o serviço seguro desemprego e escolher a unidade mais próxima a sua residência. Selecione a data e o horário que você poderá comparecer e confirme o seu agendamento.

Após realizar a impressão do protocolo, basta comparecer na data e horário selecionados, com o número do protocolo apresentado no momento do agendamento, e os documentos necessários para que seja possível dar entrada no seguro desemprego.  

O valor do auxílio assim como a quantidade de parcelas que serão pagas, devem ser conferidas após a realização do atendimento nos postos do Poupatempo.

Os perigos por trás dos energéticos

Sabe quando você sente que precisa daquela energia extra pra passar por uma noite de estudos, curtir uma balada ou aguentar o treino? E acaba tomando um energético, e outro energético, e outro… até se sentir mais alerta e concentrado que o Sherlock Holmes.

Pois é, nesse momento será que essa foi a melhor das ideias? Você já parou pra pensar porque dizem que energéticos nos dão ASAS? Quer dizer, por que será que eles têm um efeito TÃO forte no nosso corpo? Depois de ler este artigo, você vai entender por que os energéticos nos transformam. A partir daí é com você: lembra de explicar pros seus amigos o que você ler aqui, para que eles também saibam tudo sobre os efeitos dessa bebida.

Imagine uma latinha de 250 ml da sua marca preferida de energético. O que mais tem ali dentro é o nosso velho amigo açúcar. Além disso, você também vai encontrar grandes quantidades de taurina, um aminoácido produzido pelo seu corpo, e CAFEÍNA, a grande responsável pelo efeito “energético” da bebida.

Fora outras substâncias em menor quantidade, algumas quase impronunciáveis. Mas o que tudo isso faz no seu organismo? Pra começar, o açúcar na bebida é responsável por gerar energia para o seu corpo, aumentando a glicose na corrente sanguínea e em órgãos como o cérebro e o fígado.

A taurina está presente no nosso organismo de forma natural, mas você também adquire ela através da ingestão de certos alimentos, como peixes e carnes. Segundo um estudo financiado pelo Canadian Institutes of Health Research, entre as principais funções da taurina estão benefícios para o sistema cardiovascular e a antioxidação.

Além disso, ela pode influenciar a liberação de hormônios ligados à saciedade (leptina) e distribuição de energia (insulina). Lembra que a gente mencionou que a cafeína é quem desperta o seu corpo?

EnergéticosIsso é porque ela estimula o seu sistema nervoso central e metabolismo, fazendo você se sentir menos cansado e aumentando a sua concentração e tempo de reação. Inclusive é por isso que tanta gente toma café antes de treinar ou durante uma longa noite de estudos.

Uma hora depois de ter tomado o energético, os níveis de cafeína e açúcar começam a decair e você pode começar a sentir certo cansaço. E é aqui que está o grande problema com o consumo de energéticos – assim como em quase tudo que a gente consome: o exagero.

Tomar uma lata por dia até pode não trazer grandes problemas para o seu corpo, mas a partir de duas latas você começa a entrar em uma zona de risco. Isso porque grandes quantidades dessa bebida acabam dando mais energia para o nosso corpo do que ele precisa – e muitas vezes do que ele é capaz de suportar. Afinal, não fomos feitos para ter asas.

É muito fácil exagerar no consumo de energético, porque, além de ter um sabor adocicado, os efeitos dele, assim como os do café, não duram por muito tempo. Por isso você vai precisar de uma quantidade cada vez maior para continuar sentindo os efeitos que deseja.

Só que o seu corpo só consegue filtrar certo nível de açúcar e cafeína, então a ingestão no longo prazo pode levar a problemas no fígado e no coração.
E esses problemas podem ser ainda maiores quando combinado com bebidas alcoólicas. O efeito do álcool junto com o do estimulante faz com que essas substâncias cheguem mais rapidamente na corrente sanguínea e, por consequência, ao fígado. Isso favorece o acúmulo de gordura corporal e, a longo prazo, pode causar cirrose.

Pessoas com predisposição a ter problemas cardíacos fazem parte do principal grupo de risco. Em casos extremos isso pode levar a ataques cardíacos e até mesmo à morte. Mas mesmo se você for uma pessoa saudável, você já parou pra pensar na quantidade de açúcar que tem nessa bebida?

Quando você consome altos níveis de açúcar, o aumento rápido da glicose na corrente sanguínea provoca a elevação súbita nos níveis de insulina, que são portas abertas para o armazenamento de gordura. A verdade é que existem no mercado algumas marcas de energéticos que usam adoçantes.
Mas se você pensa que está fugindo de todos os efeitos do açúcar consumindo essas versões de energéticos, bom, você pode estar se enganando.

Isso porque nesses casos você não vai ter a glicose presente no sangue, mas ainda vai sofrer os efeitos do sabor doce da bebida.  Os receptores cerebrais ativados pelo gostinho doce vão provocar vontade de consumir algo com açúcar de verdade ou outros carboidratos que possam satisfazer esse desejo mais rapidamente, por serem altamente calóricos.

Em resumo: se você precisa de um pequeno estímulo uma vez ou outra, talvez o energético seja uma boa ideia. Mas não espere ganhar superpoderes com ele. E acima de tudo: cuidado com exageros!

Riscos da dependência de energéticos

Se você não consegue ficar sem tomar energéticos, seja Red bull, Monster, ou qualquer outro, talvez seja uma boa ideia pisar no freio e reduzir seu consumo, pois os principais componentes dessas bebidas – cafeína e açúcar – tem o poder de causar dependência. E os efeitos dessa dependência podem significar alguns quilinhos de gordura extra e algumas noites sem dormir.

Além disso, é sempre bom fazer um check-up para ter certeza de que o seu corpo (e principalmente o seu coração) está em bom estado. Mas a nossa dica é buscar outras formas de se sentir bem, acordado e concentrado. Ter um boa noite de sono, tomar um banho gelado, praticar exercícios físicos, manter sua alimentação balanceada e beber água são alguns exemplos do que você pode fazer para não virar refém de energéticos.

E sempre, SEMPRE respeite os limites do seu corpo!